APCC - Associação Piauiense de Combate ao Câncer
MISSÃO
Oferecer serviços de excelência em alta complexidade na saúde, com ênfase em oncologia, ensino e pesquisa, humanização e responsabilidade sócio ambiental.
VISÃO
Ser referência nacional em saúde, nos serviços de alta complexidade, notadamente na oncologia e ensino e pesquisa.
VALORES
Ética: conduta baseada em valores do bem, decência e boa índole
Humanização: fornecer o melhor atendimento a clientes e colaboradores
Capacitação: aprimorar o conhecimento dos colaboradores da instituição e a formação de novos profissionais
Responsabilidade sócio ambiental: zelar pelo meio ambiente e promover o bem social
Beneficência: compromisso de fazer o bem ao próximo
A associação Piauiense de Combate ao Câncer assinala um dos episódios mais brilhantes da História da Medicina Piauiense. Um raro momento de entusiasmo e congraçamento da classe médica que, por sua vez, conseguiu elevar, num perfeito processo de conscientização, as figuras mais representativas de nossa melhor sociedade.
A idéia dessa grande empreitada começou a se delinear quando o presidente da Associação Piauiense de Medicina, Dr. Ulisses coelho Marques, em encontro memorável com o Prof. Henrique Mélega, Presidente da Associação Paulista de Combate ao Câncer, recebeu desta a promessa de ajuda técnica e financiera para que se criasse no Piauí organização idêntica.
Em 12 de novembro de 1953, no auditório do Hospital Getúlio Vargas, realizou-se a movimentada sessão que criou a Associação Piauiense de Combate ao Câncer. Pouco tempo depois, a maioria dos membro da Diretoria havia renunciado. Assim, no dia 26 de fevereiro de 1954, o Presidente da Associação Piauiense de Medicina reuniu os sócios da Associação para escolher sua nova Diretoria.
RESULTADO DE EXAMES - CLIENTES
ACESSO RESTRITO - PROFISSIONAL